Documento sem título
 
   
(11) 3326-6857
(11) 2849-1708
(11) 95321-0970
 
HOME
 
QUEM SOMOS
 
JURÍDICO
 
PARA ASSOCIADOS
 
SEDES
 
CONTATO
 
     
 
Documento sem título
 
ASSOCIADOS
Seja Associado
Benefícios
Parceiros
Contribuições
Convenções e Acordos
Em Ação (Galeria)
Notícias
Informativos
 
 
NotŪcia - Minist√©rio lan√ßa portal para desempregado buscar vagas pela internet
Ministério lança portal para desempregado buscar vagas pela internet

Site possibilita um contato maior entre trabalhadores e empregadores
O Ministério do Trabalho e emprego (MTE) lançou, nesta quarta-feira, o Portal Mais Emprego (http://maisemprego.mte.gov.br). A página disponibilizará as vagas existentes em todo o país no Sistema Nacional de Empregos (Sine) e possibilitará que trabalhadores pesquisem por ofertas e se candidatem a processos de seleção. Com a criação do portal, o ministério pretende facilitar o acesso às vagas sem que seja necessário se deslocar até uma agência.

O deslocamento até às agências e postos de empregos muitas vezes é uma dificuldade para quem está fora do mercado formal. O ministro do Trabalho e Emprego, Manoel Dias, destacou que além de evitar a locomoção, o site possibilita um contato maior entre trabalhadores e empregadores.

‚ÄĒ N√£o tem mais que gastar para se locomover. O empregador vai ter condi√ß√Ķes de junto com o empregado tratar do seu contrato, condi√ß√Ķes de trabalho, o acerto que vai redundar na contrata√ß√£o.


Para ter acesso ao portal √© preciso ter um cadastro. O empregador poder√° escolher as vagas e selecionar o perfil da pessoa que pretende contratar, acessar curr√≠culos e se comunicar com as pessoas que se candidataram a ocupar a vaga ofertada. J√° o trabalhador poder√° procurar por op√ß√Ķes pr√≥ximas √† localidade onde mora, enviar curr√≠culos, candidatar-se as vagas al√©m de ter acesso a outros servi√ßos como acompanhar, por exemplo, o dep√≥sito do fundo de garantia.

Segundo o minist√©rio, s√≥ no ano passado mais de 6 milh√Ķes de pessoas estavam cadastradas √† procura de emprego. Foram feitos cerca de 2,2 milh√Ķes de encaminhamentos e mais de 500 mil pessoas foram colocadas no mercado pelas ag√™ncias. Apesar do site, os postos continuam funcionando e as vagas ainda podem ser procuradas nas ag√™ncias do trabalhador.

No lan√ßamento do portal, o ministro Manoel Dias comentou os n√ļmeros divulgados nesta quarta pela Funda√ß√£o Getulio Vargas (FGV) e pela Confedera√ß√£o Nacional da Ind√ļstria (CNI) sobre mercado de trabalho. Segundo a FGV, o indicador que mostra a opini√£o dos consumidores sobre a situa√ß√£o atual do mercado, piorou 6,9%. J√° o que antecipa o comportamento do mercado de trabalho, teve queda de 8,6%. A CNI divulgou que o √ćndice de Medo do Desemprego cresceu 32,1% em mar√ßo em rela√ß√£o a dezembro de 2014.

Dias reconheceu que o país vive um momento de dificuldade e que ajustes estão sendo feitos. Por isso, ele acredita em um crescimento do país assim como na criação de vagas de emprego. Ele lembrou que os dados do Cadastro Nacional de Empregados e Desempregados (Caged), do mês de fevereiro, não registraram aumento do desemprego.

‚ÄĒ Eu devo anunciar agora, no decorrer da primeira quinzena deste m√™s, o novo Caged e vamos esperar que ele n√£o seja de desemprego. Eu tenho convic√ß√£o que as medidas do governo v√£o permitir que j√° em meados do ano possamos restabelecer a gera√ß√£o de novos postos de trabalho ‚ÄĒ disse Dias.

O ministro tamb√©m comentou o Projeto de Lei (PL) 4.330/04 que regulamenta a terceiriza√ß√£o e est√° na pauta de vota√ß√£o da C√Ęmara dos Deputados. Dias disse que a terceiriza√ß√£o √© algo concreto e que a falta de regulamenta√ß√£o gera inseguran√ßa jur√≠dica.

*Agência Brasil
 
     
Documento sem título
 
Sede Social - São Paulo:

Avenida Casper Libero, 383 - 13ª Andar - Sala 13C
Santa Efigênia - São Paulo/SP

Tel.: (11) 3326-6857 / 2849-1708

e-mail: diretoria@sindomestica.com.br
 
2014 Copyright © Todos os direitos reservados