Documento sem título
 
   
(11) 3326-6857
(11) 2849-1708
(11) 95321-0970
 
HOME
 
QUEM SOMOS
 
JURÍDICO
 
PARA ASSOCIADOS
 
SEDES
 
CONTATO
 
     
 
Documento sem título
 
ASSOCIADOS
Seja Associado
Benefícios
Parceiros
Contribuições
Convenções e Acordos
Em Ação (Galeria)
Notícias
Informativos
 
 
NotŪcia - An√ļncio para debater racismo recruta negra para papel de dom√©stica no DF
An√ļncio para debater racismo recruta negra para papel de dom√©stica no DF

Peça integra divulgação de evento sobre superação de desigualdade social. Festival Latinidades acontece em Brasília entre os dias 22 e 26 e julho.

Um festival de cinema que ser√° realizado no final do m√™s em Bras√≠lia ganhou repercuss√£o nas redes sociais ao elaborar um falso an√ļncio recrutando atrizes negras para interpretar o papel de empregada dom√©stica em um filme. Quem disca o n√ļmero ouve uma grava√ß√£o que revela a inten√ß√£o dos organizadores de debater a quest√£o racial e promover o evento.

Ol√°. O an√ļncio que voc√™ viu faz parte da campanha do Festival Latinidades. Se voc√™ teve interesse pelo papel, gostar√≠amos de te convidar para o festival, um evento que vai discutir o papel da mulher negra no cinema e na sociedade. Se voc√™ achou isso um absurdo, junte-se a n√≥s e venha para o Latinidades, diz a grava√ß√£o.

O evento acontece em Brasília desde 2008 para comemorar o Dia da Mulher Negra Latino Americana e Caribenha, que é celebrado em 25 de julho. As atividades são orientadas por temáticas relacionadas à superação das desigualdades de gênero e raça. O acesso a toda a programação é gratuita.

Ol√°. O an√ļncio que voc√™ viu faz parte da campanha do Festival Latinidades. Se voc√™ teve interesse pelo papel, gostar√≠amos de te convidar para o festival, um evento que vai discutir o papel da mulher negra no cinema e na sociedade. Se voc√™ achou isso um absurdo, junte-se a n√≥s e venha para o Latinidades

Grava√ß√£o de an√ļncio para fomentar debate sobre racismo

Neste ano, o festival acontece de 22 a 26 de julho no Cine Bras√≠lia e ter√° como tema Cinema Negro. A ideia √© debater o protagonismo e a representa√ß√£o das mulheres negras em filmes, colocando-as no centro do debate sobre pol√≠ticas p√ļblicas para o audiovisual.

Produtoras, roteiristas, atrizes, editoras, dubladoras, c√Ęmera-woman ‚Äď quantas conhecemos? Quantas est√£o no mercado? Afinal, o que √© o cinema negro? Que cinema est√° sendo produzido na di√°spora negra? Quais os circuitos onde √© poss√≠vel acessar esta produ√ß√£o? Como est√° representada a imagem da mulher negra no cinema? Como criar uma rede de circula√ß√£o da produ√ß√£o cinematogr√°fica/audiovisual produzida por pessoas negras, valorizando temas espec√≠ficos e transversais?, questiona a organiza√ß√£o.

Coordenadora de a√ß√Ķes somativas do festival, Bruna Pereira diz que a organiza√ß√£o est√° satisfeita com a repercuss√£o do falso an√ļncio. N√≥s esper√°vamos levantar o debate. Essa √© a primeira fase da campanha e, nesse aspecto, a gente acredita que atingiu o objetivo. A partir disso, queremos problematizar esse engessamento das mulheres negras como empregada dom√©stica, como escrava.

O grupo prev√™ novas a√ß√Ķes para os pr√≥ximos dias. Bruna diz que ainda n√£o √© poss√≠vel saber quantas pessoas viram o an√ļncio e quantas fizeram a liga√ß√£o, mas a expectativa √© que o evento tenha lota√ß√£o m√°xima na maior parte dos dias ‚Äď o Cine Bras√≠lia tem cerca de 600 lugares.

Acho que a revolta vem em um processo muito forte de den√ļncia de epis√≥dios de racismo e discrimina√ß√£o racial na sociedade brasileira. Se diz muito que o racismo no Brasil √© velado e que os pr√≥prios negros se discriminam, mas acho que isso cai por terra, porque a gente v√™ que qualquer tipo de a√ß√£o discriminat√≥ria √© rapidamente criticada conclui.

Fonte: G1
 
     
Documento sem título
 
Sede Social - São Paulo:

Avenida Casper Libero, 383 - 13ª Andar - Sala 13C
Santa Efigênia - São Paulo/SP

Tel.: (11) 3326-6857 / 2849-1708

e-mail: diretoria@sindomestica.com.br
 
2014 Copyright © Todos os direitos reservados