Documento sem título
 
   
(11) 3326-6857
(11) 2849-1708
(11) 95321-0970
 
HOME
 
QUEM SOMOS
 
JURÍDICO
 
PARA ASSOCIADOS
 
SEDES
 
CONTATO
 
     
 
Documento sem título
 
ASSOCIADOS
Seja Associado
Benefícios
Parceiros
Contribuições
Convenções e Acordos
Em Ação (Galeria)
Notícias
Informativos
 
 
Notícia - 27 de abril, dia de Santa Zita - Padroeira das empregadas domésticas
27 de abril, dia de Santa Zita - Padroeira das empregadas domésticas

Santa Zita nasceu em 1218 no povoado de Monsagrati, próximo a Luca na Itália, e como tantas outras meninas ela foi colocada para trabalhar em casa de nobres ricos. Era a única forma de uma moça não se tornar um peso para a família, pobre e numerosa.

Ela não ganharia salário, trabalharia praticamente como uma escrava, mas teria comida, roupa e, quem sabe, até um dote para conseguir um bom casamento, se a família que lhe desse acolhida se afeiçoasse a ela e tivesse interesse em vê-la casada.

Zita tinha apenas 12 anos quando isso aconteceu. e a família para quem foi servir não costumava tratar bem seus criados. Ela sofreu muito, principalmente nos primeiros tempos. Era maltratada pelos patrões e pelos demais empregados. porém aguentou tudo com humildade e fé, rezando muito e praticando muita caridade. Aliás, foi o que tornou Zita conhecida entre os pobres: a caridade cristã.

Tudo que ganhava dos patrões dava aos necessitados. Realizava muito bem o seu trabalho, e em consequência disso foi pouco a pouco conquistando a simpatia e a confiança dos patrões e a inveja dos outros criados. Os criados só ficaram convencidos que ela era uma santa quando, um dia, encontraram um anjo fazendo os pães e outro lavando a roupa no lugar de Santa Zita, que atendia a um pobre doente a porta da casa.

A sua vida foi uma obra de dedicação total aos pobres e doentes que durou até sua morte, no dia 27 de abril de 1278. Todavia, sua interferência a favor deles não terminou nesse dia. o seu túmulo, na basílica de São Frediano, conserva até hoje o seu corpo, que repousa intacto, como foi constatado na sua última exumação, em 1652, e se tronou lugar de graça e de muitos milagres comprovados e aceitos.

Acontecimentos que serviram para confirmar sua canonização em 1696 pelo Papa Inocêncio XII. A vida de Santa Zita marcou de tal forma a história da cidade que ela foi elevada à condição de sua padroeira. O papa Pio XII proclamou-a padroeira das empregadas domésticas.

Oração à Santa Zita

Ó Santa Zita, que no humilde trabalho doméstico soubestes ser solícita como foi Marta, quando servis Jesus, em Betânia, e piedosa como Maria Madalena, aos pés do mesmo Jesus. Ajudai-me a suportar com ânimo e paciência todos os sacrifícios que me impõem os meus trabalhos domésticos. Ajudai-me a tratar as pessoas da família como se fossem meus irmãos.

Ó Deus, recebei o meu trabalho, o meu cansaço e minhas tribulações, e pela intercessão de Santa Zita, dai-me forças para cumprir sempre meus deveres, para merecer o reconhecimento dos que sirvo e a recompensa eterna do céu.

Santa Zita, ajudai-me.
Amém.
 
     
Documento sem título
 
Sede Social - São Paulo:

Avenida Casper Libero, 383 - 13ª Andar - Sala 13C
Santa Efigênia - São Paulo/SP

Tel.: (11) 3326-6857 / 2849-1708

e-mail: diretoria@sindomestica.com.br
 
2014 Copyright © Todos os direitos reservados