Documento sem título
 
   
(11) 3326-6857
(11) 2849-1708
(11) 95321-0970
 
HOME
 
QUEM SOMOS
 
JURÍDICO
 
PARA ASSOCIADOS
 
SEDES
 
CONTATO
 
     
 
Documento sem título
 
ASSOCIADOS
Seja Associado
Benefícios
Parceiros
Contribuições
Convenções e Acordos
Em Ação (Galeria)
Notícias
Informativos
 
 
Notícia - Saiba a hora de contratar ajuda doméstica
Saiba a hora de contratar ajuda doméstica

Prefira quem já trabalhou na casa de amigos e parentes ou indicação de agências especializadas.

Com a correria do dia a dia e o tempo perdido no trânsito caótico das grandes cidades, é cada vez mais raro encontrar alguém com disposição para encarar a sujeira e perder preciosas horas fazendo faxina. Se você passa pouco tempo em casa ou simplesmente não consegue dar conta da bagunça feita pelas crianças, está na hora de procurar ajuda doméstica.

A contratação de um funcionário deve preencher alguns requisitos, para conhecimento e segurança do empregador, pois estará colocando uma pessoa estranha dentro da sua casa. Ela estará ciente dos seus hábitos e horários, por isso, alguns cuidados iniciais são indispensáveis.

Procure profissionais que já tenham trabalhado com pessoas que você conhece ou vá a agências especializadas. Na hora de contratar, não se precipite e tire todas as dúvidas durante a entrevista.

“O empregador deve sempre verificar as referências da candidata. Como alguns empregadores ainda não fazem o registro em carteira, exija sempre um comprovante de residência, documentos, endereço dos últimos empregos e telefone para ter referências sobre o trabalho dela”, explica Eliana Gomes Menezes, presidente do Sindoméstica-SP (Sindicato das Empregadas e Trabalhadores Domésticos).

O salário varia de acordo com o tempo (dias) de permanência da empregada, tamanho do lar ou número de moradores, mas a remuneração mínima deve ser de R$ 600. Isso se aplica a profissionais que trabalham ao menos três dias na semana em uma mesma casa.

Após a escolha da candidata, o empregador deve realizar o registro em carteira em até 48 horas. “A profissional tem direito a carteira assinada, férias anuais de 30 dias, 13 o salário, auxílio-doença e auxílio-gestante. O recolhimento de FGTS ainda é opcional ao empregador e o segurodesemprego está vinculado a ele”, explica Eliana.

Organize a rotina

Uma empregada doméstica deve ser escolhida com cuidado, pois ela estará com frequência na sua casa, em contato com os seus familiares e os pertences de todos. Depois da contratação, é ideal treiná-la para que as tarefas sejam realizadas do jeito correto.

Refeições

Se ela for responsável por preparar o café da manhã ou o almoço das crianças, oriente-a para fazer da forma que sua família está acostumada, desde o modo como a mesa é arrumada até a quantia certa de tempero e o ponto de cozimento dos alimentos. Nessa hora, converse sobre os produtos que costuma utilizar para lavar a louça e limpar o fogão.

Roupas

Estabeleça dias e horários para cuidar das roupas. O ideal é iniciar a lavagem bem cedo para aproveitar o sol da manhã e da tarde. Assim, as roupas que secarem poderão ser passadas no mesmo dia. Explique sobre a lavagem específica para cada cor ou tecido e como as camisas devem ser passadas, por exemplo.

Organização

Para evitar que os seus pertences sejam guardados no lugar errado, mostre onde ficam as coisas mais importantes. Abra gavetas e armários para que ela perceba a disposição dos objetos. Essas ações devem ser repetidas algumas vezes durante o primeiro mês, para que a funcionária possa memorizar com facilidade.

Limpeza de ambientes

Estabeleça dias alternados para a limpeza mais detalhada dos ambientes. Um dia da semana deve ser dedicado à cozinha, o segundo aos quartos e sala, o outro à lavanderia. O banheiro deve ser limpo e organizado todos os dias.

Fonte: Band.com.br
 
     
Documento sem título
 
Sede Social - São Paulo:

Avenida Casper Libero, 383 - 13ª Andar - Sala 13C
Santa Efigênia - São Paulo/SP

Tel.: (11) 3326-6857 / 2849-1708

e-mail: diretoria@sindomestica.com.br
 
2014 Copyright © Todos os direitos reservados