Documento sem título
 
 
 
(11) 3326-6857
(11) 2849-1708
(11) 95321-0970
 
 
 
 
 
HOME
 
QUEM SOMOS
 
JURÍDICO
 
PARA ASSOCIADOS
 
SEDES
 
CONTATO
 
     
 
Documento sem título
 
ASSOCIADOS
Seja Associado
Benefícios
Parceiros
Contribuições
Convenções e Acordos
Em Ação (Galeria)
Notícias
Informativos
 
 
NotŪcia - 18/08/2023 - Trabalhadoras dom√©sticas marcam ato contra discrimina√ß√£o...
18/08/2023 - Trabalhadoras domésticas marcam ato contra discriminação...

Trabalhadoras domésticas marcam ato contra discriminação em frente a clube de elite de SP.

Protesto em frente ao Harmonia, que restringe locais onde babás têm "permanência admitida", acontece neste sábado (12). Para a Federação das Domésticas SP, a atitude do clube é "discriminatória e preconceituosa" - Lela Beltrão/Repórter Brasil

O clube Sociedade Harmonia de Tênis, um dos mais elitizados da capital paulista, vai ser alvo de uma manifestação neste sábado (12) às 10h, convocada pela Federação Domésticas SP e o Sindicato dos Trabalhadores Domésticos do Município de São Paulo. Marcado para 10h, o ato "contra a discriminação dos clubes paulistas" acontece na entrada da instituição, no bairro dos Jardins.

No in√≠cio de agosto, os s√≥cios do Harmonia receberam um comunicado com as regras do clube, segundo as quais as roupas de bab√°s e enfermeiras "dever√£o ser obrigatoriamente de cor branca". No caso das bab√°s, podem usar bermuda desde que at√© a altura do joelho e legging, se a camiseta branca ‚Äď sem estampa ou transpar√™ncia - tiver "comprimento pr√≥ximo ao joelho".

Os lugares de acesso tamb√©m s√£o restritos. Se estiverem cuidando de seus patr√Ķes infantis, as bab√°s t√™m "perman√™ncia admitida" no parquinho, quiosque e vesti√°rio. Se as crian√ßas estiverem em aula ou atividade esportiva, "dever√£o permanecer √† espera nos locais designados, n√£o podendo utilizar as depend√™ncias de uso exclusivo dos s√≥cios".

Se quiserem se alimentar, as trabalhadoras dom√©sticas o podem fazer desde que acompanhadas das crian√ßas. E "exclusivamente" nas mesas que ficam entre o quiosque e a piscina ou em frente ao balc√£o da lanchonete. Os restaurantes est√£o vetados, a n√£o ser que as trabalhadoras estejam "acompanhadas das crian√ßas e dos patr√Ķes".



Nesta sexta (11), integrantes do Sindicato dos Trabalhadores Dom√©sticos distribu√≠ram panfletos convocando para a manifesta√ß√£o na 25 de mar√ßo, pra√ßa da S√©, Santa Ifig√™nia e Anhangaba√ļ, na regi√£o central de S√£o Paulo.

Silvia Maria dos Santos, que preside a entidade, disse que recebeu o caso com "profunda indigna√ß√£o". "√Č inaceit√°vel que nos dias de hoje aconte√ßam ainda essas coisas. Em solidariedade √†s bab√°s e em defesa de seus direitos √© que estamos nesse movimento".

"√Č uma oportunidade para que possamos mostrar nossa determina√ß√£o em enfrentar a discrimina√ß√£o e promover um ambiente inclusivo e de respeito para as bab√°s e para todas as profiss√Ķes", pontuou Silvia. "Pedimos respeito e igualdade para n√≥s, trabalhadoras", resumiu.

A Federa√ß√£o Dom√©sticas SP informou estar recebendo manifesta√ß√Ķes de trabalhadoras dom√©sticas, em especial bab√°s, que frequentam este e outros clubes paulistanos e se sentem "constrangidas com as exig√™ncias e priva√ß√Ķes".

Em nota, a entidade sindical afirma que as restri√ß√Ķes visam "demarcar aqueles que est√£o no local, mas que n√£o pertencem √† classe social dos associados, o que facilita e encoraja a pr√°tica de a√ß√Ķes discriminat√≥rias contra os empregados dom√©sticos que ali est√£o exercendo seu trabalho".

"Repudiamos essa atitude terrível justamente por entender que é uma conduta discriminatória que só reforça e valida a marginalização da categoria", afirma Nathalie Rosário, advogada da Federação Domésticas SP. "A gente está organizando trabalhadoras domésticas, carro de som e contamos também com o apoio da deputada Ediane [Maria, do PSOL], que representa a categoria doméstica na Frente Parlamentar", conta Rosário.

"Vamos até lá fazer essa mobilização para mostrar que a categoria existe, tem voz, merece dignidade, respeito e tratamento igualitário. Não pode haver essa disparidade como há muito vem acontecendo", ressalta.

Procurado, o clube Harmonia disse entender que "essa manifesta√ß√£o parte de premissas e entendimentos equivocados em rela√ß√£o √†s regras internas e normas estatut√°rias que estabelecem condi√ß√Ķes para o acesso de todos os p√ļblicos, inclusive n√£o-associados, como amigos e familiares de s√≥cios".

"A nossa história de mais de 93 anos como instituição não contempla qualquer prática ou ação que enseje preconceito e/ou discriminação com quaisquer pessoas, incluindo os acompanhantes de associados, que recebem o mesmo atendimento oferecido em nossas dependências", informou a nota.

Fonte: brasildefato.com.br
 
     
Documento sem título
 
Sede Social - São Paulo:

Avenida Casper Libero, 383 - 13ª Andar - Sala 13C
Santa Efigênia - São Paulo/SP

Tel.: (11) 3326-6857 / 2849-1708

e-mail: diretoria@sindomestica.com.br
 
 
2014 Copyright © Todos os direitos reservados