Documento sem título
 
 
 
(11) 3326-6857
(11) 2849-1708
(11) 95321-0970
 
 
 
 
 
HOME
 
QUEM SOMOS
 
JURÍDICO
 
PARA ASSOCIADOS
 
SEDES
 
CONTATO
 
     
 
Documento sem título
 
ASSOCIADOS
Seja Associado
Benefícios
Parceiros
Contribuições
Convenções e Acordos
Em Ação (Galeria)
Notícias
Informativos
 
 
NotŪcia - Em esquema de fraude, 502 pessoas declararam no IR a mesma empregada
Em esquema de fraude, 502 pessoas declararam no IR a mesma empregada

A Receita Federal espera recuperar at√© R$ 7 bilh√Ķes de pessoas f√≠sicas que fraudaram o Imposto de Renda em declara√ß√Ķes feitas principalmente no ano passado.

Entre os "casos pitorescos" de despesas inexistentes destacados pela Receita, está o de 502 pessoas que declararam pagar contribuição patronal para uma mesma empregada doméstica.

Para declarar o gasto com dom√©stica, a receita exige o nome, o CPF e o NIT (N√ļmero de Identifica√ß√£o do Trabalhador).

O Fisco já intimou 80 mil contribuintes entre março e abril e até o fim deste ano espera autuar 280 mil pessoas que sonegaram imposto.

No ano passado, a Receita autuou 350 mil contribuintes, recuperando R$ 6,7 bilh√Ķes em tributos devidos.

De acordo com o subsecretário de Fiscalização da Receita Federal, Iágaro Jung, o perfil mais visado pela fiscalização da Receita é de profissionais liberais - médicos, advogados, entre outros -, que omitiram rendimentos, além de empresários.

A maior parte dos investigados n√£o caiu na malha fina em anos anteriores. Por meio de um cruzamento posterior e mais refinado de dados, o Fisco detectou inconsist√™ncias, como dinheiro no exterior, venda de im√≥veis, opera√ß√Ķes relevantes na Bolsa - todas essas a√ß√Ķes n√£o declaradas.

OPERA√á√ēES

Segundo Jung, declara√ß√£o de pens√Ķes aliment√≠cias falsas para abatimento na declara√ß√£o foi uma das fraudes mais comuns detectadas pela Receita neste ano.

H√° ind√≠cios de que cerca de 25 mil declara√ß√Ķes forjaram pens√Ķes, uma sonega√ß√£o total de R$ 375,4 milh√Ķes. O combate a esse tipo de fraude suscitou at√© uma opera√ß√£o especial, batizada de "Filhos do Vento", concentrada principalmente no Distrito Federal.

Houve casos de escritórios de contabilidade em que 100% dos seus clientes deduziram do imposto a pensão alimentícia, sendo que a fatia dos contribuintes que declaram à Receita pagar pensão é de 6,5%.

RIGOR

Jung frisou que a Receita conta com métodos cada vez mais modernos de fiscalização e cruzamento de dados, o que tem ampliado a capacidade de identificar fraudes.

Por meio do laboratório de lavagem de dinheiro, em parceria com a Polícia Federal, é possível identificar de que computador a declaração está sendo transmitida, o que facilita a fiscalização de escritórios de contabilidade.

A multa aplicada ao contribuinte que tiver a fraude comprovada é de 150% sobre o imposto devido. Quando o contribuinte tenta atrapalhar a fiscalização, a multa pode chegar a 225%, e ele ainda pode ser responsabilizado criminalmente.

Quem for autuado pela Receita pode recorrer da decis√£o nas delegacias da Receita. Se a decis√£o for mantida, pode apelar ao Carf (Conselho Administrativo de Recursos Fiscais) e, depois, ainda recorrer judicialmente.

Por isso, n√£o h√° previs√£o de quando os cr√©ditos gerados a partir das autua√ß√Ķes entram nos cofres do governo.

A Receita refor√ßa o pedido para que os contribuintes tenham cuidado com as informa√ß√Ķes prestadas em suas declara√ß√Ķes e que, caso tomem nota de alguma inconsist√™ncia, fa√ßam a autorregulariza√ß√£o, o que evita o pagamento de multa.

O prazo para a declara√ß√£o do Imposto de Renda 2015 vai at√© 30 de abril. S√£o esperadas 27,5 milh√Ķes de declara√ß√Ķes. At√© agora, cerca de 12 milh√Ķes apresentaram o documento.

Fonte:UOL
 
     
Documento sem título
 
Sede Social - São Paulo:

Avenida Casper Libero, 383 - 13ª Andar - Sala 13C
Santa Efigênia - São Paulo/SP

Tel.: (11) 3326-6857 / 2849-1708

e-mail: diretoria@sindomestica.com.br
 
 
2014 Copyright © Todos os direitos reservados