Documento sem título
 
 
 
(11) 3326-6857
(11) 2849-1708
(11) 95321-0970
 
 
 
 
 
HOME
 
QUEM SOMOS
 
JURÍDICO
 
PARA ASSOCIADOS
 
SEDES
 
CONTATO
 
     
 
Documento sem título
 
ASSOCIADOS
Seja Associado
Benefícios
Parceiros
Contribuições
Convenções e Acordos
Em Ação (Galeria)
Notícias
Informativos
 
 
NotŪcia - Contrata√ß√£o de empregadas dom√©sticas cresce 28% no pa√≠s em 2021
Contratação de empregadas domésticas cresce 28% no país em 2021

Belo Horizonte √© a 6¬™ cidade que mais contratou profissionais do ramo nos √ļltimos 11 meses.
Procura pelo servi√ßo dom√©stico cresceu nos √ļltimos 11 meses.

A procura por empregadas domésticas tem proporcionado um novo aquecimento do setor. Um levantamento mostra que dez cidades do país - das quais nove são capitais brasileiras - foram as que mais contrataram essas profissionais em meio a retomada, depois de passada a pior fase da pandemia da COVID-19. Essas cidades representam quase 30% das oportunidades no ramo só de janeiro a novembro de 2021.

Estes resultados s√£o da Famyle, uma plataforma que conecta as fam√≠lias com profissionais do ramo dom√©stico. S√£o Paulo √© a campe√£ de contrata√ß√Ķes no per√≠odo, com 10% de participa√ß√£o em todas as vagas. Em seguida, aparece o Rio de Janeiro, que ficou com 5%. Em terceiro lugar, est√° Bras√≠lia (DF), com 3%.

Esta lista de cidades continua, pela ordem, com Goi√Ęnia (GO), Curitiba (PR), Belo Horizonte (MG), Salvador (BA), Campo Grande (MS) e Fortaleza (CE). Campinas (SP) √© a √ļnica cidade que n√£o √© capital a entrar neste ranking.

Essas contrata√ß√Ķes seguem uma tend√™ncia j√° apurada pela empresa, de aumento do n√ļmero de fam√≠lias em busca de profissionais do servi√ßo dom√©stico. Nos 11 meses de 2021, essa alta chegou a 28% em rela√ß√£o ao mesmo per√≠odo do ano passado, com um total de cerca de 26 mil vagas nas regi√Ķes pesquisadas.

Em 2020, esse total foi pr√≥ximo de 20,3 mil. A participa√ß√£o das cidades no volume de contrata√ß√Ķes faz parte das informa√ß√Ķes apuradas em uma pesquisa amostral feita pela empresa, dentro da sua base de dados no per√≠odo correspondente e no comportamento do mercado registrado pela plataforma.

Sudeste é a região que mais contrata

Em rela√ß√£o √†s regi√Ķes do pa√≠s, o Sudeste √© onde mais se contrata profissionais do segmento. Foram 55% das oportunidades no ramo s√≥ de janeiro a novembro deste ano, na regi√£o. Somente o estado de S√£o Paulo foi respons√°vel por 35% dessas admiss√Ķes.

‚ÄúA regi√£o Sudeste representa essa maior participa√ß√£o porque √© onde a economia do pa√≠s gira bastante e reflete em todo o Brasil. Com certeza, isso reflete exatamente em todos os segmentos, inclusive no mercado de empregadas dom√©sticas. A tend√™ncia agora √© de que essa participa√ß√£o possa aumentar ainda mais com a retomada econ√īmica‚ÄĚ, destaca Guilherme Silva, CEO da Famyle.

O reaquecimento no mercado ocorreu como um sinal de recupera√ß√£o em um ramo que at√© ent√£o seguia uma tend√™ncia de crise motivada pela pandemia. O total de dom√©sticas empregadas no pa√≠s caiu de 6,4 milh√Ķes no final de 2019 para 4,9 milh√Ķes em 2020. Ou seja, houve uma perda de 1,5 milh√£o de vagas de um ano para outro, de acordo com o Departamento Intersindical de Estat√≠stica e Estudos Socioecon√īmicos (Dieese).

Nos estados do Sudeste

Ainda de acordo com o levantamento, S√£o Paulo √© o estado que tem a maior participa√ß√£o nessas contrata√ß√Ķes, dentro do Sudeste. S√£o 63% das vagas geradas nessa regi√£o entre janeiro e novembro. ‚ÄúPor ser o mais desenvolvido economicamente, isso tem reflexos diretos nesse mercado tamb√©m‚ÄĚ, avalia.
O Rio de Janeiro aparece em segundo lugar, com 17%. Em seguida, est√£o Minas Gerais (16%) e, por √ļltimo, Esp√≠rito Santo (3%).

Nas outras regi√Ķes

O levantamento aponta ainda que o Sul tem a segunda maior participa√ß√£o entre as cinco regi√Ķes do pa√≠s no volume de contrata√ß√Ķes feitas nos √ļltimos 11 meses do ano. Sua representa√ß√£o √© de 18% nas vagas geradas no per√≠odo, segundo o levantamento da empresa.

Ainda neste ranking, aparecem as regi√Ķes Nordeste, com 13% de participa√ß√£o, Centro-Oeste (11%) e Norte (3%). Para Silva, os n√ļmeros mostram que o setor deve manter uma tend√™ncia de aquecimento para o pr√≥ximo ano, diante da retomada da economia e do retorno √† normalidade das atividades p√≥s-pandemia.

‚ÄúA normaliza√ß√£o comportamental e abertura de estabelecimentos v√£o impulsionar o consumo, gerando uma tend√™ncia de gera√ß√£o de vagas no setor in√©dita para 2022‚ÄĚ, completa.

Crescimento por regi√Ķes

De janeiro a novembro, a regi√£o Sul do pa√≠s foi a que registrou o crescimento mais acentuado das contrata√ß√Ķes no per√≠odo. O aumento chegou a 45%, seguido do Nordeste, com 37%, e do Centro-Oeste (34%).

‚ÄúEsses dados podem indicar um retorno mais r√°pido das atividades econ√īmicas nessas regi√Ķes em contraponto √† regi√£o sudeste, onde o estado de S√£o Paulo tem grande peso nos resultados e onde tivemos medidas restritivas mais rigorosas‚ÄĚ, analisa Silva.

A regi√£o Norte atingiu a marca de 25% de alta nas contrata√ß√Ķes. Apesar de ter a maior representa√ß√£o de contrata√ß√Ķes em 11 meses, o Sudeste teve o aumento menos acentuado, com 21%.

Fonte: www.em.com.br
 
     
Documento sem título
 
Sede Social - São Paulo:

Avenida Casper Libero, 383 - 13ª Andar - Sala 13C
Santa Efigênia - São Paulo/SP

Tel.: (11) 3326-6857 / 2849-1708

e-mail: diretoria@sindomestica.com.br
 
 
2014 Copyright © Todos os direitos reservados